EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Guerra separa famílias na Rússia

Guerra separa famílias na Rússia
Guerra separa famílias na Rússia Direitos de autor Evgeniy Maloletka/The AP
Direitos de autor Evgeniy Maloletka/The AP
De  Bruno Sousa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de homens deixaram a família para trás para fugir à mobilização decretada por Vladimir Putin

PUBLICIDADE

A guerra na Ucrânia está demasiado longe de Moscovo para ameaçar a vida de Yekaterina e dos filhos mas lançou uma verdadeira bomba na sua vida familiar. O marido Yaroslav foi obrigado a deixar mulher e filhos para trás para fugir à mobilização decretada por Vladimir Putin e Yekaterina ficou sozinha a tomar conta das crianças.

Admite que o primeiro mês foi muito triste, para ela e para os miúdos, e que passaram muitas noites a chorar.

Cada vez mais longe estava Yaroslav. Depois de 1500 quilómetros de comboio, atravessou a fronteira com o Cazaquistão de bicicleta e deixou o seu país para trás por um período indefinido. Continuou a viagem e encontra-se atualmente em Belgrado.

Trabalha no setor da informática, pelo que tem um privilégio que não está ao alcance de todos os exilados: pode trabalhar remotamente. Lamenta ainda assim não poder brincar com os filhos à distância.

A situação de Yekaterina e Yaroslav está longe de ser única. Milhares de russos deixaram o país para fugir da guerra e apesar de o Kremlin até já ter anunciado o fim da mobilização mas nem por isso convenceu os pais exilados a voltar. Na Rússia, o que é verdade hoje, não é necessariamente verdade amanhã.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia: Bolsa de Moscovo suspende comércio de dólares americanos e euros

Forças ucranianas dizem ter atingido navio russo Kommouna na Crimeia

Moscovo acusa Ucrânia e aliados ocidentais de esquema para financiarem atos terroristas na Rússia