EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Portugal exige teste Covid-19 a quem vem da China

Portugal anunciou sexta-feira novas restrições para quem chega da China
Portugal anunciou sexta-feira novas restrições para quem chega da China Direitos de autor Seth Wenig/AP
Direitos de autor Seth Wenig/AP
De  Euronews com Lusa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Governo anunciou decisão sexta-feira à tarde e junta-se aos países com medidas mais restritivas para combater o novo surto da doença

PUBLICIDADE

Portugal impõe novas regras para os viajantes provenientes da China. Este sábado são feitos testes aleatórios de despiste da Covid-19. Quem viajar no domingo vai ter de apresentar no momento do embarque um teste negativo feito há menos de 48 horas.

As medidas foram anunciadas pelo governo português esta sexta-feira, ao final da tarde.

"A partir das zero horas do dia 7 de janeiro de 2023, os passageiros de voos provenientes da China serão sujeitos a testagem aleatória, mas de carácter obrigatório", lê-se num comunicado do Ministério da Saúde, segundo o qual a partir do dia seguinte, domingo,  "os passageiros provenientes daquele país terão de apresentar, no momento do embarque, um teste negativo, PCR ou TRAg, realizado no máximo até 48 horas antes do início do voo".

Portugal junta-se assim a Áustria, Alemanha, Suécia e Bélgica, que já tinham anunciado que vão exigir testes aos viajantes oriundos da China.

A medida surge depois de a União Europeia ter recomendado "fortemente" que os Estados-membros exijam a todos os viajantes da China um teste negativo para a covid-19 realizado a menos de 48 horas da partida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Novo presidente de Taiwan diz que objetivos de anexação da China "não vão simplesmente desaparecer"

Comprar peças originais sem ir à falência: bem-vindos à feira de arte acessível de Hong Kong

Putin enaltece comércio bilateral no último dia da sua visita à China