EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rússia diz controlar mais uma cidade do leste da Ucrânia

Bombardeamentos na Ucrânia
Bombardeamentos na Ucrânia Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor LIBKOS/Copyright 2023 The AP. All rights reserved.
De  Nara Madeira com AP, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cidade de Soledar estará nas mãos dos russos, Zelenskyy garantia que as suas tropas continuavam a bater-se no terreno.

PUBLICIDADE

O ministério da Defesa da Rússia diz que a cidade de Soledar foi tomada. A televisão estatal russa publicava um vídeo, alegadamente filmado na referida cidade, como prova dessa conquista. 

Do lado da Ucrânia o ministro com a mesma pasta dizia que a situação, no terreno, era muito difícil mas que estava sob controlo enquanto o presidente ucraniano garantia, na quinta-feira à noite, que as suas tropas continuavam a resistir.

Os principais combates estão centrados na área em redor de Bakhmut mas os bombardeamentos prosseguem noutras partes do leste da Ucrânia, entre elas a localidade de Siversk. Uma residente, Nina Mykolaivna, explicava que quando se deita para dormir há um pensamento que não lhe sai da cabeça, o de se acordará, ou não, no dia seguinte. Outra mostrava-se mais esperançada dizendo que se chegará à paz, rapidamente, com os soldados ucranianos a perseguirem os russos.

Uma opinião, talvez, partilhada pelo ministro da Defesa ucraniano que expressava otimismo em relação às entregas de mais armamento por parte do Ocidente: "tanques, aviões de combate e armas com um alcance de 300 quilómetros", quando se aproxima o dia em que fará um ano desde que a invasão russa começou e sem que haja perspetivas de negociações.

Outras fontes • MOD

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Governo russo pretende deportar cidadãos ucranianos

Stoltenberg pede a membros da NATO que reconsiderem limites no envio de armas para a Ucrânia

Ataque aéreo a Kharkiv faz pelo menos sete mortos. Zelenskyy condena brutalidade russa