Confrontos violentos entre manifestantes e polícia no Peru

Access to the comments Comentários
De  Nara Madeira
Manifestações em Lima
Manifestações em Lima   -   Direitos de autor  Guadalupe Pardo/Copyright 2023 The AP. All rights reserved

Milhares de pessoas saíram às ruas da capital do Peru, na sexta-feira, à sua espera tinham a polícia que usou gás lacrimogéneo, pelo segundo dia consecutivo, para tentar dispersá-las. Mas os manifestantes garantiam que vão manter as mobilizações para exigir a demissão da Presidente Dina Boluarte.

Dezenas de pessoas já morreram desde que começaram os tumultos no país. Movimento, que se espalhou por todo o Peru, e que começou com a destituição e detenção de Pedro Castillo, após este ter tentado dissolver o Congresso no mês passado. Ele foi o primeiro líder peruano nascido numa área rural andina. 

Muitos dos cidadãos que protestam há vários dias, em Lima, chegaram de regiões remotas do país, entre elas os Andes. Foi aliás, aí que foram desencadeados os protestos e foi que morreram55 pessoas, e que 700 acabaram feridas, maioritariamente em confrontos com as forças de segurança.

Hoje, os manifestantes querem fazer da capital do Peru, onde vive cerca de um terço da população peruana, o ponto central das movimentações, naquela que é já considerada como a pior onda de violência política em mais de duas décadas.