EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Amantes do judo em êxtase no Grand Slam de Telavive

Francês Luka Mkheidze impôs-se na categoria de -60 kg.
Francês Luka Mkheidze impôs-se na categoria de -60 kg. Direitos de autor Euronews
Direitos de autor Euronews
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel encheu-se de estrelas mundiais da modalidade que proporcionaram duelos emocionantes

PUBLICIDADE

Três meses depois de acolher o prestigiado World Judo Masters, Israel recebe, por estes dias, o Grande Slam de Telavive, com uma legião de fãs em êxtase para verem as estrelas mundiais da modalidade em ação.

Na categoria de -57 kg, a judoca canadiana Jessica Klimkait impôs-se, esta quinta-feira, sobre a rival e compatriota Christa Deguchi de forma espetacular, com uma técnica de queda que é a sua marca registada.

Foi condecorada com a medalha de ouro pelo presidente da Federação Internacional de Judo (FIJ), Marius Vizer.

“Penso que é sabido que Christa, minha companheira de equipa, e eu tínhamos uma grande rivalidade antes de Tóquio 2020 e eu nunca a tinha derrotado antes. Por isso, não foi apenas sobre este torneio, foi sobre os últimos anos também”, sublinhou a judoca após a conquista.

Na categoria de -48 kg, a francesa Blandine Pont fez render a conquista de há duas semanas no Grand Slam de Paris e voltou a subir ao pódio.

Impôs-se sobre a israelita Tamar Malca, de 22 anos, e conseguiu o ouro.

Moshe Ponti, presidente da Associação de Judo de Israel, atribuiu as medalhas.

Na categoria de -60 kg, francês Luka Mkheidze, medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio, levou a melhor sobre o espanhol Francisco Garrigos com um rápido "kata guruma."

Conseguiu o primeiro ouro num Grand Slam.

Recebeu a medalha da mão de Shabtai Tsur, presidente do Conselho de Apostas Desportivas de Israel.

“O público está realmente presente aqui e quando venci a minha luta, virei-me para o público e olhei para eles e vi que  estavam felizes e foi uma sensação fantástica”, confessou Luka Mkheidze.

Na categoria de -52 kgfoi a campeã europeia e medalha de prata mundial em 2022 Chelsie Giles, do Reino Unido, que conquistou o ouro frente a espanhola Ana Perez Box.

Numa final emocionante na categoria de -66 kg o medalhista olímpico de prata Vazha Margvelashvilitriunfou sobre Orkhan Safarov, do Azerbaijão, com um brilhante "Tomoe nage."

As medalhas foram atribuídas por Michael Michaely, presidente da empresa húngara CEDCO.

Ao longo do dia, a multidão aplaudiu a ação fantástica dos atletas de Israel. Mesmo sem uma medalha de ouro para casa, toda a arena Shlomo se iluminou sempre que um atleta local foi a jogo.

A cereja no topo do bolo veio da favorita da casa, Timna Nelson Levy, que conquistou a medalha de bronze para os fãs de Israel em êxtase.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Judo: Uzbequistão leva mais dois ouros no Tashkent Grand Slam 2023

Heydarov alcança finalmente o ouro mundial

Judo: arrancaram os Mundiais de Abu Dhabi