Blinken promete mais de 90 milhões de euros em ajuda norte-americana à Turquia

Blinken e Mevlüt Çavuşoğlu sobrevoam a região devastada pelo terramoto
Blinken e Mevlüt Çavuşoğlu sobrevoam a região devastada pelo terramoto Direitos de autor CLODAGH KILCOYNE/AP
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O terramoto acabou por dominar uma visita à Turquia para falar sobre o alargamento da NATO.

PUBLICIDADE

O Secretário de Estado norte-americano Antony Blinken prometeu 100 milhões de dólares (mais de 93 milhões de euros) em ajuda humanitária às vítimas dos terramotos. Esta foi a primeira visita à Turquia, de Blinken, que se encontrou com o homólogo turco, Mevlüt Çavuşoğlu. Os dois chefes da diplomacia puderam ver a extensão dos danos provocados pelo desastre na província de Hatay a partir de um helicóptero.

"Tive a oportunidade de sobrevoar Hatay para ver alguma da devastação e é difícil pôr em palavras aquilo que vi: Vemos edifícios ainda de pé e edifícios desmoronados, telhados destruídos e, mesmo ao lado, algo que ainda está de pé", disse Blinken aos jornalistas.

Esta não foi a principal razão da visita. Blinken está na Turquia para conversações sobre o alargamento da NATO e outras questões espinhosas, com a Turquia a colocar entraves à entrada da Finlândia e da Suécia para o bloco. No entanto, foi o terramoto que acabou por dominar a visita.

Na Turquia, Blinken encontrou-se com membros da Defesa Civil Síria

Os sismos gémeos que atingiram a Turquia e o norte da Síria a 6 de fevereiro mataram mais de 47 mil pessoas, segundo os últimos números. A probabilidade de encontrar sobreviventes já praticamente desapareceu e não foi encontrado nenhum em mais de 24 horas.

Na Síria, a devastação provocada pelos tremores de terra está a ser agravada pelo atraso na ajuda humanitária. A Defesa Civil Síria, também conhecida como Capacetes Brancos, tem estado na na linha da frente da escavação de escombros, mas os esforços viram-se agora para operações de limpeza.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Porque é que o terramoto foi tão devastador?

Responsáveis da discoteca que ardeu em Istambul detidos para interrogatório

Incêndio em discoteca de Istambul faz dezenas de mortos