EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Câmara dos Comuns aprova acordo sobre a Irlanda do Norte

Câmara dos Comuns aprova acordo entre Reino Unido e UE
Câmara dos Comuns aprova acordo entre Reino Unido e UE Direitos de autor Dan Kitwood/WPA Rota
Direitos de autor Dan Kitwood/WPA Rota
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apesar da oposição dos Unionistas, foi aprovado o documento que permite ao parlamento da Irlanda do Norte vetar legislação europeia

PUBLICIDADE

A Câmara dos Comuns aprovou, por esmagadora maioria, o  protocolo sobre a Irlanda do Norte, o chamado  "Enquadramento de Windsor", que contém o "travão de Stormont", ferramenta que permitirá ao parlamento da Irlanda do Norte vetar futura legislação da União Europeia. 

Apesar do voto contra dos Unionistas, a proposta do governo foi aprovada com 525 votos a favor e apenas 29 votos contra.

A medida visa facilitar o comércio pós-Brexit entre a Grã-Bretanha e a Irlanda do Norte, que permanece dentro do mercado interno de mercadorias da UE.

Esta é  uma grande vitória para o primeiro-ministro, Rishi Sunak, numa batalha com a linha dura de Brexit dentro do seu próprio partido. 

O protocolo é visto como um trampolim para melhorar as relações globais com a UE, mas é profundamente impopular entre muitos unionistas da Irlanda do Norte, que consideram que prejudica o estatuto da região como parte do Reino Unido.

O primeiro-ministro, Rishi Sunak, explicou no dia em que anunciou a solução com Ursula von der Leyen que vão  ser criadas duas “vias” para a circulação dos produtos britânicos: os que se destinam à Irlanda do Norte circulam numa “nova via verde” e aqueles que vão para a União Europeia circulam na “via vermelha”. Além disso, a assembleia legislativa da Irlanda do Norte passará a ter uma palavra a dizer acerca das novas regras do mercado europeu. A nova emenda apresentada sob o nome de “travão de Stormont” define que a Assembleia de Stormont poderá decidir sobre a aplicação de leis europeias nessa região, com Londres a ter poder de veto.

O protocolo define, nomeadamente:

  • Bens do Reino Unido destinados para a Irlanda do Norte terão uma "faixa verde", sem necessidade de verificações e declaração de exportação;
  • Haverá uma "faixa vermelha" para bens do Reino Unido destinados para a União Europeia;
  • Quando existir suspeita de contrabando, poderão ser realizadas operações de vigilância na "faixa verde";
  • Segundo Sunak, os produtos alimentares comercializados em supermercados do Reino Unido estarão disponíveis nas prateleiras da Irlanda do Norte;
  • Haverá facilitação para o transporte de animais de estimação entre Irlanda de Norte e Reino Unido;
  • Os medicamentos para Irlanda de Norte serão aprovados pela agência reguladora britânica e não pelo correspondente europeu.
Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rishi Sunak saúda recuperação das instituições autónomas na Irlanda do Norte

Muros da desconfiança persistem na Irlanda do Norte 25 anos depois do acordo de paz

Reino Unido procura reconstruir as relações com a Europa