Dezenas de pessoas morreram esmagadas num evento de caridade no Iémen

Debandada em Sanaa, Iémen
Debandada em Sanaa, Iémen Direitos de autor AP/AL-MASIRAH TV CHANNEL
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Pelo menos 85 pessoas morreram e 322 ficaram feridas no Iémen, numa debandada mortífera durante uma campanha de caridade na capital Sanaa, controlada pelos rebeldes.

PUBLICIDADE

Pelo menos 85 pessoas morreram e 322 ficaram feridas no Iémen, numa debandada mortífera durante uma campanha de caridade na capital Sanaa, controlada pelos rebeldes.

O incidente aconteceu durante uma distribuição de ajuda financeira organizada por alguns comerciantes que foram presos, informou o ministério do Interior num comunicado emitido pela agência noticiosa rebelde Saba.

"Mulheres e crianças estão entre os mortos", e cerca de 50 feridos encontram-se em estado grave, disse um funcionário das autoridades médicas rebeldes.

O Iémen, o país mais pobre da Península Arábica, tem sido dilacerado desde 2014 por um conflito que coloca os rebeldes Houthi, apoiados pelo Irão, contra as forças pró-governamentais, apoiadas por uma coligação militar liderada pela Arábia Saudita.

A guerra já matou centenas de milhares de pessoas e mergulhou a população de cerca de 30 milhões numa das piores crises humanitárias do mundo, segundo a ONU.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rebeldes Houthis do Iémen anunciam cessar-fogo temporário

Emirados Árabes Unidos intercetam míssil do Iémen

EUA e Reino Unido atacam alvos Houthi no Iémen depois de um navio ter sido atingido no Mar Vermelho