EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Hospitais fazem minuto de silêncio por enfermeira assassinada em França

Primeira-ministra francesa, Élisabeth Borne, fez um minuto de silêncio acompanhada dos profissionais de saúde do Hospital Pompidou, Paris, França
Primeira-ministra francesa, Élisabeth Borne, fez um minuto de silêncio acompanhada dos profissionais de saúde do Hospital Pompidou, Paris, França Direitos de autor AFP/Bertrand Guay
Direitos de autor AFP/Bertrand Guay
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Profissional de saúde foi esfaqueada por homem com problemas psiquiátricos.

PUBLICIDADE

Durante um minuto, a partir do meio-dia, o silêncio reinou nos hospitais franceses, onde, esta quarta-feira, profissionais de saúde prestaram homenagem à enfermeira assassinada durante o serviço em Reims.

Carène Mezino, 37 anos, foi esfaqueada por um homem com problemas psiquiátricos não resistindo aos ferimentos. Uma secretária do hospital ficou gravemente ferida.

A morte da enfermeira coincide com a publicação de um relatório do Observatório da Segurança dos Médicos sobre a violência contra profissionais de saúde em França

De acordo com o documento, no ano passado, o número de incidentes violentos contra médicos aumentou 23%.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Enfermeira morre após ataque com faca em França

Presidente da Câmara de Paris nada nas águas do rio Sena

Chama olímpica ilumina a parada militar do Dia da Bastilha em França