EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

A Rússia de volta à Lua

Moscovo deixou de contar com a colaboração da Agência Espacial Europeia
Moscovo deixou de contar com a colaboração da Agência Espacial Europeia Direitos de autor AP/Roscosmos State Space Corporation
Direitos de autor AP/Roscosmos State Space Corporation
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Sonda Luna-25 deverá demorar cinco dias a alcançar a órbita da Lua. Rússia pode tornar-se no primeiro país a pousar no Polo Sul lunar

PUBLICIDADE

Descolou do cosmódromo de Vostotchny o foguetão Soyuz que lança a primeira missão lunar russa em 47 anos

A sonda Luna-25 deverá demorar cinco dias a alcançar a órbita da Lua, e depois outros tantos até se decidir onde pousar no Polo Sul do satélite natural da Terra. Se o conseguir, a Rússia torna-se o primeiro país a fazê-lo. 

Isto depois de a guerra na Ucrânia ter isolado Moscovo, que deixou de contar com a colaboração da Agência Espacial Europeia, nomeadamente. 

A missão de um ano tem como objetivo recolher amostras de solo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin ameaça a Alemanha: Rússia pode fornecer armas para atingir alvos ocidentais

Putin substitui Shoigu porque quer Ministério da Defesa "aberto à inovação"

Putin substitui ministro da Defesa. Shoigu será secretário no Conselho de Segurança da Rússia