EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mais de 600 pessoas salvas no Mediterrêneo em 48 horas

Migrantes no Mediterrêneo à espera de serem resgatados pelo navio da ONG "Open Arms".
Migrantes no Mediterrêneo à espera de serem resgatados pelo navio da ONG "Open Arms". Direitos de autor Petros Karadjias/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Petros Karadjias/Copyright 2022 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O "Ocean Viking", o navio de salvamento da "SOS Méditerranée", concluiu a maior operação da sua história.

PUBLICIDADE

Foram salvos mais de 600 migrantes, em 15 casos separados, no decurso de 48 horas

A maior parte da operação teve lugar ao largo da Tunísia. Segundo a ONG, 15 crianças, 146 menores não acompanhados e 462 adultos puderam chegar a um porto seguro.

As principais nacionalidades dos migrantes são o Sudão, a Guiné Conacri, o Burkina Faso, a Costa do Marfim, o Benim e o Bangladesh. 

O navio atracou temporariamente em Lampedusa, passando depois para Civitavecchia, designada pelas autoridades italianas como local de segurança para o desembarque dos restantes sobreviventes.

Em casos separados, 76 migrantes, incluindo muitos menores e uma menina com menos de um, foram resgatados ao largo de Malta pelo "Life Support", o navio da ONG "Emergency". A embarcação estava sobrecarregada e corria o risco de se virar.

A Guarda Costeira grega resgatou "dezenas" de migrantes, que viajavam num pequeno veleiro sobrelotado, a sudoeste da Grécia, em águas internacionais.

De acordo com o ACNUR, durante os primeiros 7 meses de 2023, 119 980 migrantes chegaram à Europa pelo mar Mediterrâneo. 2078 morreram ou estão desaparecidos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONG Mares Saudáveis recolhe toneladas de resíduos em "explorações fantasma" na costa grega

Museu italiano recria floresta de borboletas da Tanzânia

Europa atingida por inundações no Norte e ondas de calor no Sul