EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

FAO realiza primeira Conferência Mundial sobre a Transformação Sustentável da Pecuária

A transformação sustentável da pecuária é o tema da conferência organizada pela FAO
A transformação sustentável da pecuária é o tema da conferência organizada pela FAO Direitos de autor Matthias Schrader/Copyright 2019 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Matthias Schrader/Copyright 2019 The AP. All rights reserved
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O objetivo é discutir inovações e caminhos para produzir de forma eficiente alimentos de origem animal, reduzindo a pegada ambiental.

PUBLICIDADE

A primeira Conferência Mundial sobre a Transformação Sustentável da Pecuária, organizada pela FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura), começa hoje em Roma. O objetivo é discutir inovações e caminhos para produzir de forma eficiente alimentos de origem animal mais nutritivos, seguros e acessíveis, reduzindo a pegada ambiental e contribuindo para meios de subsistência resilientes.

"A produção pecuária sustentável promove a disponibilidade a longo prazo do sistema agroalimentar, protege os recursos naturais, melhora a resiliência económica e contribui para um futuro mais sustentável e resiliente", realça Thanawat Tiensin, diretor da Divisão de Saúde e Produção Animal da FAO.

Perante a expectativa de que a procura global de produtos alimentares de origem animal aumente 20% até 2050, a carne, os ovos e os produtos lácteos desempenharão um papel crucial a nível global para garantir a segurança alimentar e as dietas saudáveis e sustentáveis. Ao mesmo tempo, são necessárias boas práticas e iniciativas para otimizar a utilização dos recursos naturais e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa.

"Devemos, primeiro, concentrar-nos na melhoria da eficiência do sistema pecuário. Isto inclui a otimização da conversão alimentar, a redução do desperdício de alimentos, o aumento da utilização de nutrientes, a redução da degradação dos recursos terrestres e hídricos, a diminuição das emissões de gases com efeito de estufa e a mitigação da degradação ambiental. Além disso, temos de dar prioridade à adoção de práticas agrícolas e pecuárias inteligentes do ponto de vista climático", aponta Tiensin.

Esta segunda-feira será também publicado um novo relatório da Organização para a Alimentação e a Agricultura sobre “Emissões de metano em sistemas de produção de arroz e animal: fontes, quantificação, mitigação e métricas".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Secas, desertificação, ondas de calor: a crise climática atinge duramente a Sicília

Liga de Salvini abandona grupo de Meloni no Parlamento Europeu. Há riscos para o governo italiano?

Alpinistas polacos salvos nos Alpes Ocidentais italianos