EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bruxelas triplica ajuda humanitária à Faixa de Gaza

Palestiniano sentado nos destroços da sua casa, destruída por um bombardeamento israelita
Palestiniano sentado nos destroços da sua casa, destruída por um bombardeamento israelita Direitos de autor MOHAMMED ABED/AFP or licensors
Direitos de autor MOHAMMED ABED/AFP or licensors
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Comissão Europeia aumenta de 25 para 75 milhões de euros o envelope de assistência humanitária à população civil de Gaza. Egito disposto a receber e reencaminhar ajuda internacional

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia vai triplicar o "envelope de ajuda humanitária" para a Faixa de Gaza, de 25 milhões para 75 milhões de euros. 

O executivo europeu sublinhou que "apoia o direito de Israel a defender-se dos terroristas do Hamas", ao mesmo tempo que "trabalha arduamente para garantir que os civis inocentes em Gaza recebem apoio".

O Egipto anunciou que o aeroporto de El Arish, o mais próximo do enclave palestiniano, está aberto para receber e reencaminhar a ajuda internacional.

Na Faixa de Gaza a situação é cada vez mais crítica.

Abu Mohammed Kodeh, residente de Gaza:"Não há água potável, não há água para tomar banho, não há eletricidade e não há outras necessidades básicas. A situação é muito difícil."

Egito, Turquia e Emirados Árabes Unidos já enviaram bens de primeira necessidade, mas o único acesso não bloqueado por Israel é o posto fronteiriço de Rafah, junto ao território egípcio. 

A ONU alertou que a situação humanitária na Faixa de Gaza "atingiu um novo e perigoso ponto baixo", com centenas de milhares de deslocados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes da UE debatem guerra Israel-Hamas para clarificar estratégia

Primeiro-ministro israelita dissolve gabinete de guerra

Netanyahu contra "pausas táticas" para permitir a entrada de ajuda em Gaza