Ucrânia aguarda aumento dos F-16 cedidos pelos aliados para a contraofensiva à Rússia

Militar ucraniano protege-se durante bombardeamento russo
Militar ucraniano protege-se durante bombardeamento russo Direitos de autor Evgeniy Maloletka/AP Photo/Arquivo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano diz estar a trabalhar para aumentar o lote de aviões a ceder pelos aliados. Zelenskyy envia mensagem no Dia Nacional das Forças Armadas

PUBLICIDADE

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia afirmou esta quarta-feira que a aliança dos F-16 está a trabalhar para aumentar o número de aviões a ceder para a contraofensiva à invasão russa após o treino dos pilotos e mecânicos.

A afirmação de Dmytro Kuleba surgiu após a chegada a Kyiv da homóloga dos Países Baixos, em pleno Dia Nacional das Forças Armadas na Ucrânia.

Numa mensagem vídeo dirigida aos militares, o Presidente Zelenskyy enalteceu o bom trabalho efetuado e expressou um desejo: a vitória. Pedindo aos comandantes para cuidarem dos soldados e deles próprios.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Zelenskyy quer Rússia no banco dos réus

Borrell quer acelerar envio de munições europeias à Ucrânia

Tribunal dos Países Baixos ordena que governo neerlandês suspenda venda de peças de F-35 a Israel