EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Preço do petróleo em queda com relatório da OPEP

Preço do petróleo em queda com relatório da OPEP
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O barril de petróleo atingiu mínimos de três meses esta terça-feira.

PUBLICIDADE

O barril de petróleo atingiu mínimos de três meses esta terça-feira.

Em Nova Iorque, a cotação do WTI recuou mais de 2% e o barril ronda agora os 47 dólares. Em Londres, o barril de Brent vale pouco mais de 50 dólares.

A forte queda deve-se ao relatório da OPEP. A organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) subiu as previsões de produção, para este ano, em 400 mil barris por dia, para um total de 57,7 milhões de barris diários.

#OPEC raises forecast of 2017 non-OPEC #oil supply growth by 160,000 bpd to +400,000 bpd, led by #Canada U.S. #shale and #Russia#OOTT#gaspic.twitter.com/ovK3CaeEz9

— Christopher Johnson (@chris1reuters) 14 de março de 2017

A organização evoca um aumento das reservas e da produção nos Estados Unidos.

Além disso, a Arábia Saudita- o maior produtor da OPEP- produziu mais do que o previsto em fevereiro.

#BREAKING: #SaudiArabia tells #OPEC it lifted #oil production in February back above the key 10 million barrels a day level #OOTTpic.twitter.com/ESdMSrBsEO

— Javier Blas (@JavierBlas2) 14 de março de 2017

O relatório mostra que o mercado continua a ter um excesso de oferta, o que complica a estabilização dos preços, como pretendia o acordo de novembro entre países membros e não-membros da OPEP.

#OPEC's best signal of success isn't looking so promising https://t.co/bIfHvO2yYU#OOTT#shale#oilpic.twitter.com/kzr6BNyG9V

— Javier Blas (@JavierBlas2) 14 de março de 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arábia Saudita visa um barril de petróleo a 60 dólares

Preços do petróleo voltam a crescer

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?