Arábia Saudita visa um barril de petróleo a 60 dólares

Arábia Saudita visa um barril de petróleo a 60 dólares
De  Patricia Cardoso com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Arábia Saudita quer o preço do barril de crude atinja os 60 dólares este ano, segundo fontes da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e da indústria…

PUBLICIDADE

A Arábia Saudita quer o preço do barril de crude atinja os 60 dólares este ano, segundo fontes da Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e da indústria petrolífera.

#SaudiArabia wants #oil#prices to rise to around $60 in 2017 : sources https://t.co/CXuW5Q1EOEpic.twitter.com/cXxkF33A2s

— Yeni Şafak English (@yenisafakEN) 28 de fevereiro de 2017

O principal produtor da OPEP estima que esse valor permite estimular o investimento, sem que isso implique um aumento da produção de petróleo de xisto nos Estados Unidos.

Em novembro, a OPEP, a Rússia e outros produtores acordaram baixar, a partir de janeiro, a produção diária em 1,8 milhões de barris por dia, por forma a impulsionar os preços e reduzir o excesso de oferta. Foi o primeiro corte em oito anos e isso ressentiu-se no mercado.

Desde o acordo, os preços subiram 14% e o barril de crude ronda agora os 56 dólares.

O barril a 60 dólares permitiria aliviar a pressão sobre as contas públicas sauditas e valorizar a petrolífera Aramco, que prepara a venda de parte do capital no próximo ano.

Investingcom</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/SaudiArabia?src=hash">#SaudiArabia</a>&#39;s budget fell from +30% of <a href="https://twitter.com/hashtag/GDP?src=hash">#GDP</a> to -15% of <a href="https://twitter.com/hashtag/GDP?src=hash">#GDP</a>. 2016 est -12%. Just amazing! <a href="https://twitter.com/hashtag/oil?src=hash">#oil</a> <a href="https://t.co/bhWqCc7Lom">pic.twitter.com/bhWqCc7Lom</a></p>&mdash; Lonely Investor (investorlonely) 28 de fevereiro de 2017

Desde 2014, devido aos preços baixos, terão sido cancelados projetos petrolíferos estimados em mais de 1 bilião de dólares.

A recente subida dos preços permitiu uma retoma da produção do petróleo de xisto nos Estados Unidos, mas fontes da indústria petrolífera estimam que o mercado pode absorver essa produção. Antecipa-se um aumento do consumo nos próximos meses.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Preço do azeite sobe mais de 50% num ano na UE, Portugal registou o maior aumento

O preço do amor: porque sai tão caro encontrar alguém?

Corredor central Ásia-Europa essencial para combater subida nos preços