EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"

Putin diz que liberalismo está "obsoleto"
Direitos de autor Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
Direitos de autor Sputnik/Mikhail Klimentyev/Kremlin via REUTERS
De  Rodrigo Barbosa com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Na antecâmara do G20, presidente russo afirma em entrevista que o ideal liberal está ultrapassado, atraindo as críticas do presidente do Conselho Europeu, que afirma que "obsoleto é o autoritarismo"

PUBLICIDADE

Vladimir Putin defende que o liberalismo está "obsoleto" e que "os valores tradicionais são mais estáveis e mais importantes" para a maioria da população ocidental. Uma opinião expressa pelo presidente russo numa entrevista ao Financial Times, na antecâmara da reunião do G20 no Japão:

"O ideal liberal pressupõe que nada precisa de ser feito. Os migrantes podem matar, pilhar e violar com impunidade, porque os seus direitos como migrantes devem ser protegidos. Que direitos são esses? Todos os crimes devem ser punidos. O ideal liberal tornou-se obsoleto e entrou em conflito com os interesses da grande maioria da população."

Uma declaração que não tardou a atrair as críticas da União Europeia. O presidente do Conselho Europeu afirmou, em comunicado, que "quem diz que a democracia liberal está obsoleta, também diz que as liberdades, o Estado de Direito e os Direitos Humanos estão obsoletos". Donald Tusk acrescentou que o que acha "realmente obsoleto é o autoritarismo, os cultos da personalidade e o domínio dos oligarcas".

Numa nota mais humorística, o presidente do Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que não se deu ao trabalho de ler os comentários de Putin.

Outras fontes • Financial Times / EUobserver

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

BMW, Jaguar e Volkswagen criticadas por importarem peças e automóveis chineses proibidos

Microsoft compromete-se a investir 4,3 mil milhões de dólares em França

Perspetivas económicas da OCDE: Crescimento global estável esperado para 2024 e 2025