EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Instabilidade política prejudica economia italiana?

Instabilidade política prejudica economia italiana?
Direitos de autor 
De  Ricardo Borges de Carvalho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Jornal financeiro italiano adianta que a turbulência política vai custar ao país cerca de 5 mil milhões de euros em juros da dívida pública

PUBLICIDADE

A turbulência política em Itália pode ter consequências na economia do país. A questão é saber: quão profundas?

De acordo com o jornal financeiro italiano Il Sole 24 Ore, a instabilidade política deverá custar ao país mais de 5 mil milhões de euros em juros nos títulos da dívida pública, nos próximos dois anos.

Uma dívida pública que já é colossal. Ultrapassa os 2 biliões e 300 mil milhões de euros, 134% do Produto Interno Bruto italiano.

Depois da Grécia, é a maior dívida da zona do euro em relação ao PIB do país.

Para agravar a situação, a economia italiana está estagnada. Depois de um crescimento marginal no primeiro trimestre do ano, entre abril e junho, o crescimento foi zero.

O vice-primeiro-ministro e líder do partido a Liga, Matteo Salvini, quer dar um novo impulso à economia. Promete que, se houver eleições e o seu partido de extrema-direita vencer, a Itália terá um choque fiscal de 50 mil milhões de euros.

Uma promessa difícil de enquadrar com as exigências da Comissão Europeia que espera que o défice do orçamento italiano do próximo ano não ultrapasse os 2,04% do PIB.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Confiança na Economia da Zona Euro recupera

Primeiro-ministro italiano anuncia demissão

O "louco" calendário da crise política italiana