EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

A aposta tecnológica da região da Podláquia na Polónia

A aposta tecnológica da região da Podláquia na Polónia
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  euronews
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A região da Podláquia no nordeste da Polónia aposta nos talentos locais para desenvolver novas tecnologias em várias áreas, da robótica à Inteligência Artificial.

PUBLICIDADE

A inovação está no centro da estratégia de desenvolvimento da região polaca que emprega atualmente mais de 10 mil pessoas no sector das Tecnologias da Informação, incluindo mais de 4 mil programadores.

A região alberga a sede do Grupo internacional TenderHut. Uma das 15 empresas do grupo, a Holo4Labs, desenvolveu tecnologias de realidade aumentada para ajudar os cientistas a eliminar tarefas manuais demoradas.

Graças a uns óculos especiais é possível reduzir o tempo de desenvolvimento de novos medicamentos.

“O desenvolvimento de novos medicamentos leva 10 ou 15 anos. Com esta tecnologia podemos reduzir esse tempo para um, dois ou três anos. Posso concentrar-me totalmente no trabalho científico, porque consigo visualizar tudo, navegar com comandos de voz, e fico com as mãos livres para trabalhar”, contou Maciej Falkowski, Chefe de Produto da Holo4Labs.

Um robô desenvolvido por jovens licenciados na Polónia
Um robô desenvolvido por jovens licenciados na PolóniaEuronews

A colaboração entre empresas e universidades

"Queremos trabalhar em estreita colaboração com todas as universidades. Tentamos treinar novas pessoas, recrutar os melhores empregados. Prevejo um grande crescimento aqui”, frisou Robert Strzelecki, presidente do TenderHut Group.

A Universidade Médica de Białystok, na capital regional, aposta na investigação tecnológica para personalizar tratamentos futuros.

“Há uma colaboração excelente entre universidades e parceiros empresariais, o que ajuda a desenvolver ferramentas que serão úteis para os pacientes”, disse Lukasz Szczerbiński, professor assistente do Centro de Investigação Clínica da Universidade Médica de Bialystok.

Marta Kosior-Kazberuk, professora da Universidade de Tecnologia de Białystok
Marta Kosior-Kazberuk, professora da Universidade de Tecnologia de BiałystokEuronews

Conservar os jovens talentos na região

Um grupo de licenciados da região desenvolveu um robô interativo para crianças em idade escolar. O Photon é capaz de ver, ouvir e sentir o toque.

De acordo com a empresa, há 60 mil robôs Photon em salas de aula na Europa e nos EUA.

“Prevejo um grande desenvolvimento regional em termos de novas empresas e tecnologias. É muito útil traballhar em conjunto”, afirmou Michał Grześ, presidente da Photon Education.

“Para o futuro, prevemos uma expansão global e internacional, mas o núcleo da empresa estará aqui.”

“Logo na fase de recrutamento, mostramos aos futuros candidatos as possibilidades de seguirem uma carreira de engenharia na nossa região. Durante os estudos, cooperamos estreitamente com instituições, através de estágios, visitas de estudo, palestras e aulas dadas por profissionais da nossa universidade", contou a professora Marta Kosior-Kazberuk, da Universidade de Tecnologia de Białystok.

Clique aqui para ver a nossa reportagem completa

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Como Podlaskie quer atrair investimento internacional

Genebra acolhe maior feira de relógios de luxo do mundo

90 relógios selecionados para o Grande Prémio de Relojoaria de Genebra