EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"A assassina": um clássico grego transposto para o universo operático

"A assassina": um clássico grego transposto para o universo operático
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

“A assassina” de Alexandros Papadiamantis é um dos grandes clássicos da literatura grega.

A obra publicada em 1903 acaba de ser transposta para o universo da ópera.

“A Assassina” sobe ao palco esta quarta-feira em Atenas.

Para o diretor artístico da Ópera Nacional da Grécia, a nova criação é um marco na história da música contemporânea grega.

“Até agora, as histórias contadas nas óperas tinham a ver com a Grécia antiga. Estamos muito contentes por esta obra encomendada a Giorgos Koumendakis acrescentar algo novo. Ela combina a criação contemporânea de um western sinfónico com elementos da música grega, em particular da tradição folclórica nacional”, contou Myron Michailidis.

A música do compositor Giorgos Koumendakis dá vida a uma história de crime e castigo.

“Tenho trabalhado nesta ópera nos últimos três anos. No início, eu tentei sem sucesso, dar um rosto à personagem feminina principal, a assassina. No final, encontrei uma solução através da música. Procurámos a solução durante muito tempo. A minha maior proeza foi ter gostado deste monstro feminino”, contou o compositor grego.

A soprano Irini Tsirakidou incarna o papel da assassina.

“O comportamento dela é radical devido à sua incapacidade em lidar com as mudanças sentimentais e psicológicas. É-lhe difícil lidar com o ambiente social da época com a situação específica em que se encontra”, explicou a cantora.

A obra é dirigida por Vassilis Christopoulos, antigo diretor artístico da Ópera Nacional da Grécia.

“Todas as grandes óperas do repertório estão enraizadas e ligadas à história do país, têm um ponto de partida muito específico. Nesse sentido penso que a ópera de Koumendakis respeita todas as condições para se tornar uma obra do repertório operático mundial”, contou o maestro.

“A assassina” sobe ao palco na Ópera Nacional da Grécia, em Atenas, de 19 a 26 de novembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estilista saudita Reem al Kanhal reinventa vestidos árabes tradicionais

Banda sonora da Guerra das Estrelas em 3D

Novas séries de televisão apresentadas no Festival de Monte Carlo