EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

"Black Coffee": estrela sul-africana da música de dança

"Black Coffee": estrela sul-africana da música de dança
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Black Coffee é um dos artistas mais importantes da música de dança, na África do Sul. Após o álbum de estreia em 2005, o músico sul-africano tem

PUBLICIDADE

Black Coffee é um dos artistas mais importantes da música de dança, na África do Sul.

Após o álbum de estreia em 2005, o músico sul-africano tem passado por vários festivais em todo o mundo. A 19 de junho, Black Coffee esteve em Barcelona, no Sonar e deu uma entrevista onde explica quem é.

“O Black coffee é um produtor de música, um DJ, que mostrou interesse pela música desde a infância. Quando era jovem, na escola secundária estava sempre envolvido em atividades musicais, corais, música clássica, tudo o que tinha a ver com música interessava-me”, disse o músico sul-africano.

“Sinto-me inspirado por todas as pessoas que tenta fazer algo na vida, especialmente em África. Tivemos uma história tumultuosa, enquanto continente. Há poucas pessoas que querem agir porque estamos habituados a pedir, faz parte de nós. Por isso as pessoas que estão motivadas para fazer coisas por si próprias são uma fonte de inspiração para mim”, sublinhou o DJ.

O músico e produtor de 39 anos tem planos para continuar a trabalhar por mais uma década, e depois pretende retirar-se.

“Este ano faz dez anos que comecei a trabalhar, desde que produzi o meu primeiro álbum em 2005. Dou a mim próprio mais dez anos e depois quero viver tranquilo na minha casa sem fazer nada, apenas ler e fazer pintura”, contou o músico sul-africano.

Black Coffee iniciou em abril uma digressão internacional e deverá tocar em várias cidades europeias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estilista saudita Reem al Kanhal reinventa vestidos árabes tradicionais

Banda sonora da Guerra das Estrelas em 3D

Novas séries de televisão apresentadas no Festival de Monte Carlo