EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Ken Loach lamenta impacto do Brexit no cinema

Ken Loach lamenta impacto do Brexit no cinema
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O realizador Ken Loach está preocupado com o impacto do Brexit na indústria cinematográfica e televisiva no Reino Unido.

PUBLICIDADE

O realizador Ken Loach está preocupado com o impacto do Brexit na indústria cinematográfica e televisiva no Reino Unido. Falou publicamente em Bruxelas, numa reunião para assinalar o 10º aniversário do Prémio de Cinema Lux, um prémio que visa promover o cinema europeu: “o facto do Reino Unido sair da União Europeia vai enfraquecer a sua contribuição para o cinema europeu, porque os apoios europeus para o cinema – que são bons, não são suficientes, mas são bons – como o fundo Media, o Eurimages etc… Se o Reino Unido não fizer parte do fundo Media, por exemplo, isso vai enfraquecer a nossa ligação à Europa e vai inibir os acordos de coprodução, porque se não houver livre circulação de pessoas o esforço burocrático será muito grande… É algo que vai enfraquecer a nossa ligação com a Europa”.

Ken Loach ganhou a segunda Palma de Ouro com “I, Daniel Blake” – o retrato de um carpinteiro doente que enfrenta toda a burocracia do sistema de saúde. O filme foi apoiado pelo programa MEDIA da União Europeia.
Depois do debate público sobre o futuro do cinema europeu foi exibido o filme “Mustang”, do realizador franco-turco Gamze Erguven. O filme venceu o prémio Lux no ano passado.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon