As novas fronteiras do retrato

As novas fronteiras do retrato
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A National Portrait Gallery, em Canberra, na Austrália apresenta uma exposição dedicada aos retratos digitais.

PUBLICIDADE

A National Portrait Gallery, em Canberra, na Austrália apresenta uma exposição dedicada aos retratos digitais. Os sete artistas selecionados recorrem ao vídeo e às novas tecnologias para representarem as suas personagens.

“Há cada vez mais artistas que trabalham com meios digitais, com o vídeo e que exploram as novas fronteiras do retrato”, afirmou Angus Trumble, diretor da National Portrait Gallery.

A exposição reúne as obras dos finalistas dos Prémios do retrato digital National Portrait Gallery. Paul Mumme, um dos premiados, fez um retrato vídeo de um artista contemporâneo australiano.

Amiel Courtin-Wilson venceu o primeiro prémio com um vídeo sobre um homem que encontrou na rua, em Oklahoma City.

“Foi um momento intenso de ligação. Falámos sobre a família e a vida dele e decidimos filmar um pequeno retrato no espaço de uma hora”, contou o artista premiado.

Lucas Davidson criou um autoretrato a partir de imagens do seu próprio corpo que são transformadas digitalmente numa massa flutuante.

A exposição dedicada ao retratos digitais pode ser visitada até 9 de abril em Camberra, na Austrália.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Art Paris 2024: a cena artística francesa no centro das atenções, com jovens talentos em destaque

Andrey Gugnin recebe o primeiro prémio de 150.000€ no Concurso Internacional de Piano Clássico 2024

Festival Balkan Trafik! dá destaque à Moldova e às suas minorias