EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Festival de Cinema de Deauville: Estrelas americanas no passeio da fama francês

Festival de Cinema de Deauville: Estrelas americanas no passeio da fama francês
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um júri cheio de glamour presidido pelo realizador premiado Michel Hazanavicius abriu o famoso festival de cinema americano de Deauville.

PUBLICIDADE

Um júri cheio de glamour presidido pelo realizador premiado Michel Hazanavicius abriu o famoso festival de cinema americano de Deauville.

A atriz Laura Dern teve uma homenagem tributo especial. Com uma carreira de mais de três décadas, a atriz trabalhou com David Lynch e com alguns dos maiores realizadores de cinema. O segredo do seu sucesso é nunca parar de enfrentar novos desafios: “Tudo parece começar de novo vezes sem conta, porque se quisermos continuar a ser atores é preciso continuar a reinventar-se através das personagens e o processo de auto descoberta faz parte da arte. Creio que tudo está apenas a começar.”

Devido aos recentes ataques, a pequena cidade costeira francesa estava sob segurança apertada para a 43ª edição do evento. Outro convidado de honra foi o ator britânico Robert Pattinson, que, segundo a tradição de Deauville, recebeu o seu próprio vestiário de praia, na presença dos fãs: “Já queria vir a Deauville há maios ou menos quatro anos. Vir e ter esta honra incrível faz com que esteja meio atordoado, não sei bem o que fazer, mas é incrível.”

O seu último filme, “Good Time”, um thriller sobre um assalto a um banco foi excluído da competição em Deauville.
Desde que saltou para a fama na série Twilight, Pattinson trabalhou com vários realizadores de renome como David Cronenberg ou James Gray.
Assim como recém-chegados da indústria, como Josh e Ben Safdie: “Queríamos fazer algo perigoso, um filme negro moderno e queríamos refletir a sociedade. E os Estados Unidos – diga-se o que se disser – é uma terra de possibilidades incríveis, mas também está bastante negra agora, e a reflexão que se vê é apenas um reflexo da escuridão”, disse Josh Safdie.

Jeff Goldblum também passou pela Promenade des Planches de Deauville – a versão francesa do passeio da fama de Hollywood. Falou sobre o seu sonho de infância que se tornou realidade e do segredo da sua felicidade: “Eu pratico, e como deve imaginar não é difícil para mim praticar uma espécie de gratidão diária. Lembro-me do que sou muito grato. Sinto-me milagrosamente sortudo por ter tido uma oportunidade de ser ator e por continuar a ter essas oportunidades há algumas décadas. E por trabalhar com pessoas boas. Agradeço todos os dias às minhas estrelas da sorte”.

Os vencedores do Festival de Cinema de Deauville vão ser anunciados a 9 de setembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon