EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Primeira edição do Festival de Cinema de Almaty

Primeira edição do Festival de Cinema de Almaty
Direitos de autor 
De  Wolfgang Spindler e Antonio Oliveira e Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O evento tem como objetivo especializar-se em coproduções internacionais e quer atrair a indústria cinematográfica para este hub cultural cazaque.

PUBLICIDADE

Tapete vermelho em Almaty. O hub cultural cazaque acolhe a primeira edicao do Festival de Cinema, com coproduções do mundo inteiro. A cidade quer tornar-se num ponto de interesse para realizadores e produtores.

O cinema tem uma longa tradição em Almaty, que remonta ao tempo dos sovietes.

"Ayka," de Sergey Dvortsevoy, foi o primeiro filme na mostra. A história de uma mulher da Ásia central que trabalha em Moscovo sem documentos e que abandonou o filho para sobreviver.

Graças ao papel que interpretou em "Ayka," Samal Yeslyamova venceu o galardão para melhor atriz.

"O meu filme encaixa neste festival por é uma coprodução de vários países, Alemanha, Polónia, China, Rússia e Cazaquistão," explicou Dvortsevoy à Euronews.

"E claro que estou entusiasmado com a ideia de atrair a indústria cinematográfica para Almaty."

Natassja Kinski e o produtor francês Pierre Spengler fazem parte do juri. Spengler tornou-se conhecido pela produção de filmes como "Superhomem" e várias entregas dos "Mosqueteiros".

Explicou à Euronews porque tem o Festival de Almaty tem muito potencial:

"Os festivais mais pequenos do que, por exemplo, Cannes ou Berlim, têm a vantagem de serem lugares para estabelecer contactos mais pessoais. E acontece muita coisa. Há oportunidades para coproduções e é essa a vocação do Festival de Almaty."

Encontros e workshops

O Festival de Cinema de Almaty também acolheu vários encontros e workshops. Rob Minkoff, estrela da animação graças a filmes como " O Rei Leão" e "Stuart Little" foi um dos formadores.

Minkoff falou de técnicas e segredos, mas também da importância da versatilidade na criação, que nos deixa abertos a diferentes géneros.

"A grande diferença é que, no caso da animação, é preciso trabalhar com cada artista de cada vez. Num filme de ação, por outro lado, é preciso ter o grupo inteiro junto, é como ser um maestro numa orquestra. Em animção, há mais solos," explicou.

O Festival de Almaty procura assim atrair o maior número possível de produtores internacionais. Akan Satayev, diretor do evento, é também realizador.

"O importante é que um filme tenha uma grande história. Tem de ser uma história que seja também universal, internacional, compreendida por todos em todo o mundo. O flme deve ter uma narrativa que possa ser assimilada em todos os lugares," disse à Euronews.

Satayev realizou "Businessmen," uma história passada durante a crise económica do Cazaquistão dos anos 90. Três amigos lutam para fazer o negócio crescer, dispostos a todo o tipo de sacrifícios.

"Businessmen" fechou a primeira edição do Festival de Cinema de Almaty.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon