This content is not available in your region

"As Mulheres e a Mudança" em exposição no museu ARKEN da Dinamarca

euronews_icons_loading
"As Mulheres e a Mudança" em exposição no museu ARKEN da Dinamarca
Direitos de autor  AP Photo
De  Euronews

Será que as mulheres têm de estar nuas para entrar no museu?

É a pergunta que dá o tom à nova exposição "As mulheres e a mudança" - Women and Change - patente no Museu de Arte Moderna ARKEN, na Dinamarca.

E foi uma grande mulher, a Rainha Margarida II da Dinamarca, que inaugurou a exposição que faz uma retrospetiva de mais de 150 anos de história da arte, na qual muitas mulheres permaneceram no escuro.

A responsável pelas coleções do Museu de Arte Moderna, AKEN,  Dorthe Juul Rugaard, refere: "Nos últimos anos, tantas mulheres artistas estão a ser redescobertas, puxadas de novo para a ribalta, felizmente, e exibidas em todo o mundo, e é apenas o começo, penso eu".

As redescobertas são surpreendentes, não só em retratos do início do século XX, como em trabalhos e instalações mais contemporâneas.

No ARKEN estão quase 120 obras de artistas dinamarqueses e internacionais, mas quando se vai à livraria do museu, nota-se a ausência quase total de mulheres nas edições de arte.

A artista Eva Marie Lindahl, comenta: "Acabámos de tirar um livro e começámos a contar. E depois apercebemo-nos que de uma centena de livros - e são todos monografias, por isso cada livro é de um artista - havia apenas cinco mulheres. Cinco mulheres em cem livros".

Outra artista, Ditte Ejlerskov, acrescenta: "É difícil para as pessoas mencionarem os nomes de dez mulheres artistas. E porque é que elas não são nomes familiares como Picasso e Andy Warhol e todas eles? É simplesmente porque quando estes cânones foram criados, elas foram deixadas de fora".

Os organizadores da mostra dizem que inúmeras artistas femininas se rebelaram contra as representações tradicionais das mulheres.

O recente movimento #MeToo tem mostrado que a batalha pelos direitos das mulheres continua.

"Mulheres e Mudança" a diversidade criativa das mulheres, para além do género ou das convenções, pode ser vista até 14 de agosto, no Museu de Arte Moderna, ARKEN, na Dinamarca.