Claustro italiano abre portas à "loucura na arte contemporânea"

"Tem medo da enormidade do possível", uma obra em néon do artista Alfredo Jaaral
"Tem medo da enormidade do possível", uma obra em néon do artista Alfredo Jaaral Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Exposição em Roma reúne 21 artistas contemporâneos internacionais num edifíicio renascentista.

PUBLICIDADE

O velho Claustro desenhado por Donato Bramante, na viragem para o século XVI, em Roma, está diferente por estes dias. No edifício de origem renascentista, uma explosão de cor estende a passadeira à loucura da contemporaneidade, sob a curadoria de y Danilo Eccher.

Vinte e um artistas internacionais tomaram conta dos espaços exteriores e interiores para levarem os visitantes numa viagem à insanidade do mundo atual, passo a passo por universos sem estruturas rígidas, nem restrições.

Uma única regra foi respeitada pelos artistas: todas as obras são imersivas.

Os visitantes são convidados a percorrer os caminhos da "Crazy. Loucura na arte contemporânea", de 19 de fevereiro a 8 de janeiro do próximo ano, no Claustro de Bramante, em Roma.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"As Mulheres e a Mudança" em exposição no museu ARKEN da Dinamarca

"Yves Saint Laurent nos museus": seis exposições para ver em Paris

Museu em versão "Fortnite"