This content is not available in your region

Paris oferece teatro ao Ballet de Kiev

euronews_icons_loading
Bailarinos do Kyiv City Ballet no palco do Châtelet (durante a reportagem de Rana Moussaoui)
Bailarinos do Kyiv City Ballet no palco do Châtelet (durante a reportagem de Rana Moussaoui)   -   Direitos de autor  CHRISTOPHE ARCHAMBAULT/AFP
De  Euronews

No meio da tragédia da guerra, os bailarinos do Kyiv City Ballet podem continuar a dançar. A companhia foi apanhada pelo conflito em plena digressão pela França com "O Quebra-Nozes". Mas Paris encontrou uma solução.

"Assim que soubemos que o Ballet de Kiev estava em Paris e que não podia regressar a casa, todos nos mobilizámos. O que fizemos foi oferecer o Teatro do Châtelet em forma de residência temporária", declarou Anne Hidalgo, presidente da Câmara de Paris.

"Está a ser um momento muito, muito difícil para nós. Não tenho palavras... Não estava à espera disto. Mas mostraram-nos que o mundo pode, realmente, viver e amar em paz. Muito obrigado", replicou Ivan Kozlov, diretor do Kyiv City Ballet.

O que fizemos foi oferecer o Teatro do Châtelet em forma de residência temporária.
Anne Hidalgo
Presidente da Câmara de Paris

Todo o dinheiro dos espetáculos vai reverter para ajuda humanitária à Ucrânia e aos países vizinhos.