EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Lenda do rap francês MC Solaar regressa aos palcos no Festival Jazz à Vienne

Lenda do rap francês MC Solaar regressa aos palcos no Festival Jazz à Vienne
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Frédéric Ponsardeuronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Esta quarta-feira, o músico francês inaugurou o festival Jazz à Vienne, em França, um evento que reúne todos os anos os grandes nomes do jazz.

PUBLICIDADE

Após anos de ausência, a lenda do rap francês MC Solaar regressou aos palcos com um concerto recheado de poesia e ritmo.

Esta quarta-feira, o músico francês inaugurou o festival Jazz à Vienne, em França, um evento que reúne todos os anos os grandes nomes do jazz. 

MC Solaar interpretou os temas mais marcantes dos seus três primeiros álbuns, depois de os direitos das obras terem sido bloqueados devido a um conflito com a Universal. "Os meus primeiros álbuns foram lançados no ano passado, estão disponíveis em formato digital e físico. O concerto foi uma oportunidade de tocar canções que não já tocávamos há muito tempo", contou o músico francês.

Uma música poética, marcada por uma escrita literária, longe do rap mais hardcore e agressivo. Um hip hop, que mistura estilos e culturas, com uma mensagem pacífica e positiva.

"Afrika Bambaataa. Quando a Zulu Nation chegou a Paris, nós pegámos nas palavras 'Paz, Unidade, Amor, Divertir-se'. Queríamos pegar em energias negativas, transformá-las em positivas. Há uma dimensão positiva. Africa Bambaataa era uma pessoa que ouvia as músicas do mundo, para fazer algo que fosse parecido como Py Funk", disse o artista de 53 anos.

Poeta e contador de histórias

Entre poeta e contador de histórias, as canções de MC Solaar retratam temas da atualidade como o  aquecimento global, a devastação da natureza e o capitalismo. Vinte e cinco anos mais tarde, as letras das canções mantêm a atualidade.

"As letras têm diferentes mensagens, falo do sistema, da forma como maximizamos os lucros e nos esmagamos uns aos outros. É engraçado, anos mais tarde, canto coisas que escrevi quando era adolescente mas que continuam a ser atuais. Álbum após álbum, tenho a certeza que isso inspira e incita algumas pessoas a continuar as suas lutas", considerou MC Solaar.

O concerto de MC Solaar foi o ponto de partida da edição 2022 do festival Jazz à Vienne, o evento prolonga-se até 13 de Julho.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Atlantic Music Expo, o palco das novas estrelas de Cabo Verde

Banda Phoenix está de regresso aos palcos mundiais

"Les Nuits de Fourvière": O festival de todas as artes cénicas