Sean Penn aplaudido de pé na Berlinale por documentário sobre guerra na Ucrânia

O produtor Billy Smith e os realizadores Aaron Kaufman e Sean Penn posam na passadeira vermelha do Festival de Cinema Berlinale, Alemanha
O produtor Billy Smith e os realizadores Aaron Kaufman e Sean Penn posam na passadeira vermelha do Festival de Cinema Berlinale, Alemanha Direitos de autor Joel C Ryan/Joel C Ryan/Invision/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Superpower" está fora da competição do festival de cinema de Berlim, que arrancou esta sexta-feira.

PUBLICIDADE

Sean Penn apresentou esta sexta-feira na Berlinale o documentário sobre a guerra na Ucrânia, realizado em parceria comAaron Kaufman**.** Com todas as sessões públicas já esgotadas, “Superpower” nasceu como um projeto para contar a ascensão de um ator de comédia a presidente.

O plano acabaria por ser atropelado pela realidade no dia da invasão russa, quando a equipa de filmagens se encontrava em Kiev pronta a entrevistar Volodymyr Zelenskyy.

Em competição na seleção oficial está outro marco da história... da comunicação. “Blackberry”, do realizador canadiano Matt Johnson, fala com drama e humor do génio criador do telemóvel com nome de amora e do percurso de glória e declínio do aparelho que foi líder de vendas na América até à chegada do iPhone.

Também a competir, mas longe de ser consensual está “Someday We’ll Tell Each Other Everything", da realizadora franco-alemã Emily Atef

Baseado no romance de Daniela Krien, o filme que explora tabus da sexualidade feminina através da história de uma jovem que se apaixona por um homem mais velho, na Alemanha do Leste, no verão de 1990, pouco depois da queda do muro de Berlim.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Berlinale abre a porta à política em edição marcada por conflitos

Quais foram os tópicos mais pesquisados na Wikipédia em inglês em 2023?

Bolero é Património Cultural Imaterial da UNESCO