Grande Muralha da China "irreversivelmente danificada" por trabalhadores à procura de atalho

Uma publicação online da polícia de Youyu, de 31 de agosto, parece mostrar um caminho que atravessa uma secção da Grande Muralha da China
Uma publicação online da polícia de Youyu, de 31 de agosto, parece mostrar um caminho que atravessa uma secção da Grande Muralha da China Direitos de autor AP/Youyu Police
De  Jonny Walfisz
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

Dois trabalhadores da construção civil foram detidos por terem feito deliberadamente um enorme buraco na Grande Muralha da China, por onde se pode passar de carro.

PUBLICIDADE

A polícia chinesa da província de Shanxi confirmou que dois trabalhadores da construção civil danificaram gravemente a Grande Muralha da China.

Um homem de 38 anos e uma mulher de 55 anos foram detidos pela polícia do condado de Youyu sob suspeita de terem perfurado o monumento nacional para criar um atalho para as obras de construção.

AP/Youyu Police
Authorities in China arrested two people for smashing a path through a section of the ancient wall, a cultural icon and United Nations protected heritage site.AP/Youyu Police

A Grande Muralha é Património da UNESCO desde 1987. Construída inicialmente sob o reinado de Qin Shi Huang, por volta de 220 a.C., para impedir os avanços dos territórios do norte (atuais Mongólia e Rússia), a Muralha foi reconstruída muitas vezes ao longo da história. Grande parte dos atuais 22 000 quilómetros de muralha foi construída durante a dinastia Ming, no século XVII.

A área afetada pelos danos é conhecida como a 32ª Grande Muralha. A dupla é acusada de ter escavado um grande buraco numa cavidade existente entre duas secções da muralha. Alargaram o fosso para criar uma estrada que atravessasse o perímetro.

A polícia afirmou que a dupla causou "danos irreversíveis à integridade da Grande Muralha Ming e à segurança das relíquias culturais".

"Os dois suspeitos foram detidos criminalmente e o caso está a ser investigado", informou a CCTV, a emissora oficial do país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Sagrada Família "estará concluída para assinalar o 100º aniversário da morte de Gaudí"

Museu d'Orsay expõe cartazes dos Jogos Olímpicos 2024

Um farol cultural de esperança para uma aldeia suíça em extinção: descubra a torre mais alta do mundo impressa em 3D