Obra-prima de Bernini no Vaticano alvo do primeiro grande restauro em 250 anos

Dossel da Basílica de São Pedro
Dossel da Basílica de São Pedro Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Andrew Medichini/Copyright 2024 The AP. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O baldaquino da Basílica de São Pedro é considerado uma das obras de arte mais complexas de todos os tempos, com o seu mármore, bronze, madeira, ouro e ferro.

PUBLICIDADE

O Vaticano deu início ao restauro do dossel sobre o altar-mor da Basílica de São Pedro, considerada uma das mais complexas obras de arte multimaterial. O baldaquino de 10 andares foi encomendado pelo Papa Urbano VIII ao arquiteto barroco Gian Lorenzo Bernini entre 1620-1630. Este será o primeiro restauro completo em 250 anos.

" É uma intervenção de restauro preparatório para uma preservação que esperamos que dure mais 200 anos, mas na verdade o último grande restauro foi feito há 250 anos", explicou Alberto Capitanucci, engenheiro da Fábrica de São Pedro, o espaço responsável pela conservação e manutenção da Basílica.

O baldaquino é considerado uma das obras de arte mais complexas de todos os tempos, com o seu mármore, bronze, madeira, ouro e ferro.

O restauro, que deverá custar cerca de 700.000 euros e está a ser inteiramente financiado pelos Cavaleiros de Colombo, uma organização católica sediada nos Estados Unidos, terminará no final de novembro de 2024. O objetivo é estar pronto no Jubileu de 2025.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Último quadro de Caravaggio vai ser exposto pela primeira vez em 20 anos

Prémio LUX do Público entregue ao filme "A sala dos professores"

150 anos de Impressionismo: como celebrar o aniversário do movimento artístico na Europa