Estaleiro noruegês quer revolucionar a construção de navios eléctricos

Estaleiro noruegês quer revolucionar a construção de navios eléctricos
Direitos de autor  TrAM Project
De  Denis Loctier  & Euronews

Elétricos e modulares, será que os navios limpos podem superar a concorrência do gasóleo?

O ferry rápido "Medstraum", lançado em Stavanger, Noruega, tornou-se o primeiro navio da sua classe totalmente elétrico do mundo.

Resultado do projeto de investigação europeu "TrAM", apresenta um novo conceito modular que pode reduzir os custos dos navios elétricos, ajudando esta tecnologia sem emissões a competir com os navios movidos a diesel.

O navio Medstraum foi construido no estaleiro naval norueguês Fjellstrand que participou no projeto.

"Desenhámos as coisas como um módulo, tal como temos nos carros - temos alguns modelos diferentes que são construídos em torno da mesma plataforma. E será o mesmo nas embarcações, porque nem todas as embarcações terão o mesmo aspeto, e terão desempenhos diferentes, e papéis diferentes a desempenhar no transporte. Assim, será mais rápido. Teremos tempos de construção mais curtos, e esperamos, naturalmente, automatizar muitos processos e utilizar menos horas de mão-de-obra na sua produção, para que fique mais barato. Vemos que existe a procura global para atingir os objetivos de zero emissões. Portanto, sim, este navio terá alguns irmãos - tenho a certeza disso," explica um dos responsáveis dos estaleiros Fjellstrand, Edmund Tolo.