França bloqueia moeda que celebraria Batalha de Waterloo

França bloqueia moeda que celebraria Batalha de Waterloo
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O Monte do Leão é o monumento que assinala a Batalha de Waterloo (cidade belga), travada há 200 anos, e deveria constar numa emissão especial da moeda de dois euros. Mas o governo francês não gostou e

PUBLICIDADE

O Monte do Leão é o monumento que assinala a Batalha de Waterloo – travada na cidade belga com o mesmo nome – e deveria constar numa emissão especial da moeda de dois euros.

O objetivo era assinalar os 200 anos da derrota de Napoleão Bonaparte e do seu projeto imperialista para a Europa; o que aconteceu a 18 de junho de 1815, com a ajuda dos holandeses e dos ingleses.

Mas o governo francês não gostou desta alusão a uma página negra da sua História e conseguiu travar o projeto, apesar do governo belga já ter cunhado 180 mil moedas com o símbolo.

A correspondente da euronews, Audrey Tilve, foi a Waterloo e disse que “este caso que não vai certamente melhorar a imagem dos franceses junto dos belgas. No local da batalha, os visitantes são duros nos comentários”.

“Neste momento, os franceses não têm uma boa imagem junto dos vizinhos europeus e esta história não vem ajudar em nada”, disse um dos turistas.

“Talvez pudéssemos ter insistido um pouco mais em defesa da proteção deste local, que é bonito e é importante”, referiu outro.

Curiosamente, a França cunhou, no ano passado, uma moeda comemorativa dos 70 anos do desembarque na Normandia, que levaria à derrota nazi na Segunda Guerra Mundial.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Cimeira: Líderes querem criar novo "pacto de competitividade" para a UE

Política da UE. Parlamento Europeu terá novas regras mas há poucas mudanças para as mulheres

Líderes da UE sob pressão de Zelenskyy para reforçar as defesas aéreas da Ucrânia