Síria: UE de olhos postos em negociações de paz em Genebra

Síria: UE de olhos postos em negociações de paz em Genebra
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A crise síria foi um prato forte do encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE), reunidos esta segunda-feira, em

PUBLICIDADE

A crise síria foi um prato forte do encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE), reunidos esta segunda-feira, em Bruxelas.

As esperanças recaem nas negociações de paz, que deverão arrancar na próxima segunda-feira, em Genebra. A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, sublinhou a importância do empenho das partes envolvidas atendendo ao contexto humanitário em causa: “Tendemos a esquecer a dimensão humanitária desta crise. Existe uma tendência para discutir geopolítica, com os diferentes interesses das potências mundiais e regionais na matéria. Mas é importante não esquecer que existem crianças, mulheres, homens, pessoas, todos os dias na guerra.”

O reforço dos esforços diplomáticos em nome de uma solução pacífica para a Síria continua a ser uma prioridade. O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Frank-Walter Steinmeier, fez, no entanto, questão de alertar que as tensões entre o Irão e a Arábia Saudita são um entrave às negociações: “A informação que estamos a receber de ambos os Estados é a de que querem continuar a desempenhar um papel construtivo na questão síria. Se continuar a escalada, não se pode controlar a dinâmica do conflito. Por isso, precisamos de manter o contacto com ambas as capitais.”

A par da crise síria, a situação no Iraque e o apoio da União Europeia à Ucrânia também estiveram em cima da mesa do encontro. Os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE instaram ainda o Conselho Presidencial da Líbia a formar o Governo de unidade nacional.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias

Euronews em força nas eleições europeias que vão marcar uma era

O que faz o Parlamento Europeu?