Bruxelas avança com processos contra Hungria, Polónia e República Checa

Bruxelas avança com processos contra Hungria, Polónia e República Checa
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Comissão Europeia vai abrir processos de infração contra a Hungria, a Polónia e a República Checa por incumprimento das obrigações previstas no programa de recolocação de…

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia vai abrir processos de infração contra a Hungria, a Polónia e a República Checa por incumprimento das obrigações previstas no programa de recolocação de refugiados.

O Comissário Europeu para as Migrações, Dimitris Avramopoulos, explicou a decisão: “É obrigatório que todos os Estados-membros cumpram e implementem as promessas que fizeram. As sanções foram de certa forma definidas pelos procedimentos de infração, embora não vá entrar em detalhes sobre o tipo de sanções que serão aplicadas. Mas podemos evitá-las”.

Mas há eurodeputados como Saryus Wolski que defendem outras soluções para este problema: “Temos de sentar-nos e acordar de uma maneira mais consensual do que impor a outros Estados-membros decisões de outros Estados que querem livrar-se dos seus problemas, sem reconhecerem o respeito e os problemas dos outros. Este não é de todo um espírito de solidariedade”.

“A Comissão Europeia decidiu avançar com este processo sem esperar pelo veredicto do Tribunal de Justiça da União Europeia, que recebeu queixas da Hungria e da Eslováquia contra este sistema de quotas. A primeira opinião do Tribunal deverá ser divulgada já no início de julho”, realçou a enviada da Euronews a Estrasburgo, Isabel Marques da Silva.

O ritmo da recolocação de pessoas que pedem asilo na Europa aumentou em 2017, segundo Bruxelas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Prémio LUX do Público entregue ao filme "A sala dos professores"

Polícia de Bruxelas tenta evitar conferência populista de direita onde estava Orbán

Pieper demite-se e põe em causa o processo de nomeação de von der Leyen