EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Migração vai dominar cimeira União Europeia-União Africana

Migração vai dominar cimeira União Europeia-União Africana
Direitos de autor 
De  Isabel Silva com LUSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Em preparação da Cimeira da União Europeia-União Africana, na proxima semana, na Costa do Marfim, o Parlamento Europeu debateu, quarta-feira, os principais temas do encontro, no qual a migração estará em destaque.

PUBLICIDADE

Em preparação da Cimeira da União Europeia-União Africana, na próxima semana, na Costa do Marfim, o Parlamento Europeu debateu, quarta-feira, os principais temas do encontro, no qual a migração estará em destaque.

O lado europeu promete, por um lado, criar um programa para receber 50 mil africanos, mas também aposta na repatriação.

“No final deste ano, teremos ajudado, em apenas 12 meses, 15 mil africanos a deixarem os campos de detenção na Líbia e retornarem aos seus países de origem, às suas comunidades locais, com o apoio financeiro para começarem uma nova vida”, anunciou Federica Mogherini, chefe da diplomacia da União Europeia.

A cimeira vai, ainda, debater a utilização de um fundo europeu de 3,4 mil milhões de euros para África, a fin de alavancar investimento privado.

Mas primeiro é preciso criar estabilidade, disse à euronews o médico congolês que ganhou o Prémio Sakharov de Liberdade de Pensamento em 2014.

“Não é possível investir se não houver estabilidade política e económica num país e isso não se consegue sem um verdadeiro Estado de direito. Não é apenas um problema de dinheiro, mas sobretudo de fazer respeitar os direitos humanos e de promover a boa governação e a democracia”, explicou Denis Mukwege.

Meeting AU Chairperson MoussaFaki_M</a> one week before the AU-EU Summit.<br><br>I urge EU countries to finally replenish the Trust Fund for Africa as discussed at October <a href="https://twitter.com/hashtag/EUCO?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#EUCO</a>. Failure to do so would be shameful and endanger our common efforts to stem illegal migration. <a href="https://t.co/suOz6mogY9">pic.twitter.com/suOz6mogY9</a></p>— Donald Tusk (eucopresident) November 22, 2017

Portugal será representado pelo primeiro-ministro, António Costa na cimeira subordinada ao tema “Investir na Juventude para um futuro sustentável”.

A primeira cimeira UE-África, que se realizou no Cairo (Egito) em 2000, foi promovida por Portugal, durante a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia.

Em 2007, novamente sob a égide da presidência portuguesa, Lisboa acolheu a segunda edição destas cimeiras. A mais recente foi em 2014, em Bruxelas.

O presidente da Comissão da União Africana garantiu que todos os países desta organização vão participar, incluindo Marrocos, que tinha deixado a sua presença no evento em aberto.

A União Africana é constituída por 55 países, pelo que mais de 80 chefes de Estado ou de governo vão reunir-se em Abidjan (principal centro económico da Costa do Marfim), a 29 e 30 de novembro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Homem detido por ameaça de bomba junto à sede do Chega em Lisboa

Europeias 2024: Candidatos à Presidência da Comissão Europeia em debate

Reconhecimento do Estado da Palestina é único caminho para a paz, diz primeiro-ministro da Irlanda