EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Reflexões de quem vota pela primeira vez

Reflexões de quem vota pela primeira vez
Direitos de autor 
De  Isabel Marques da Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Reflexões de quem vota pela primeira vez

PUBLICIDADE

Muitos jovens chegam à idade adulta com novos desafios nos estudos, ao nível universitário, ou no mercado laboral. A partir dos 18 anos chega, também, a oportunidade de ter uma palavra a dizer na escolha dos representantes políticos.

A euronews foi ouvir as reflexões de duas universitárias irlandesas, Jenny e Denise, que estudam no Trinity College, em Dublin, e que votam pela primeira vez no próximo mês de maio, para as eleições europeias.

Denise: "É a primeira vez que voto nas eleições europeias. Não sei como será, mas espero que seja para nosso benefício".

Jenny: "Comecei a acompanhar a campanha primeiro pelo Instagram, vi um pouco o que se passava e li sobre a importância de votar".

Denise: "Como nasci numa ilha, e não num país no continente europeu, não sei se me sinto mais europeia ou irlandesa, penso que posso dizer que sou as duas coisas".

Jenny: "É muito emocionante votar, porque tudo o que acontece na Europa, que é um bloco maior do que a Irlanda, faz-nos sentir parte de um sistema maior, então votar para algo assim é bem fixe!"

Denise: "Sinto que os países da Europa precisam de orientar as suas escolhas mais no sentido das energias renováveis e de uma vida sustentável. Eu vejo a geração mais jovem a dizer que é preciso mudar, porque, no final das contas, não será a geração mais velha a sentir os efeitos, seremos nós. Penso que temos de liderar a mudança".

Jenny: "Eu sei que há uma crise da democracia neste momento, particularmente na Europa. É realmente muito interessante ver o que vai acontecer e qual o rumo que as coisas vão tomar".

Denise: "Não sei se posso dizer que confio nos políticos. Eles são os nossos representantes, mas não sei se pensam, realmente, nos nossos interesses ou nos interesses deles próprios. É complicado!"

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

"Breves de Bruxelas": Votar, camiões, debate eleitoral, Babis

Ultranacionalistas apresentam aliança para as eleições europeias

Eleições Europeias 2019: Tudo o que precisa de saber