Comunidade Política Europeia reúne-se em Praga com Rússia em destaque

Presidente francês lançou em maio ideia de criação da plataforma de diálogo político
Presidente francês lançou em maio ideia de criação da plataforma de diálogo político Direitos de autor Petr David Josek/ AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Plataforma de diálogo político junta Estados-membros da UE e 17 países do continente europeu

PUBLICIDADE

O Castelo de Praga encheu-se, esta quinta-feira, de líderes políticos para participar na primeira reunião da recém-criada Comunidade Política Europeia.

A plataforma reúne Estados-membros da União Europeia (UE), países candidatos à UE, membros da NATO e outros para discutir o futuro do continente, com enfoque na segurança.

"Penso que é muito importante trocarmos pontos de vista tendo em conta a agressão russa e a situação da segurança, bem como as preocupações que todos temos em relação às normas da ordem mundial", sublinhou, em entrevista à Euronews, a primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas.

Bielorrússia e a Rússia estiveramausentes, mas sempre presentes porque a guerra na Ucrânia dominou a reunião, com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy a dizer - por videoconferência - que "é preciso vencer a guerra para evitar que os tanques cheguem a Praga."

A energia foi outro tema em destaque. Os presentes tiveram oportunidade de ouvir o principal fornecedor europeu de energia, que prometeu trabalhar para estabilizar os mercados.

"Penso que o importante é, por exemplo, ter ouvido o primeiro-ministro norueguês dizer que a Noruega vai realmente usar o máximo das capacidades para poder ajudar os países europeus. Penso que isso é bom", ressalvou o primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel.

A primeira-ministra britânica, Liz Truss, também esteve presente na reunião, relançando pontes antigas.

Insistiu que esta não é uma alternativa à UE, mas antes uma oportunidade para debater assuntos de interesse comum.

Em cima da mesa também estiveram temas polémicos. A Sérvia, por exemplo, foi convidada a alinhar-se com a Europa nas sanções contra a Rússia.

Já o presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan, foi incentivado a facilitar a adesão da Suécia e da Finlândia à NATO.

A jornada de estreia da Comunidade Política Europeia foi marcada por uma sessão plenária, por mesas redondas e encontros bilaterais.

O principal objetivo, é, precisamente, promover o diálogo político.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Guerra na Ucrânia como tema da primeira Comunidade Política Europeia

UE e Reino Unido chegam a acordo sobre "grandes linhas políticas" relativamente a Gibraltar

"Estado da União": Acórdão sobre clima e acordo sobre migração