Ex-vice-presidente do Parlamento Europeu libertada com pulseira eletrónica

Eva Kaili
Eva Kaili Direitos de autor HONS / European Union 2022
De  Euronews com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Eva Kaili é sujeita a pulseira eletrónica, tal como o eurodeputado belga Marc Tarabella e o antigo eurodeputado italiano Pier Antonio Panzeri

PUBLICIDADE

Eva Kaili, a vice-presidente deposta do Parlamento Europeu, foi libertada para ficar em prisão domiciliária, um dia depois de dois dos principais suspeitos na investigação de corrupção conhecida como "Qatargate", o eurodeputado belga Marc Tarabella e o antigo eurodeputado italiano Pier Antonio Panzeri, terem sido libertados com pulseira eletrónica.

Kaili, a última arguida do caso a conhecer as medidas preventivas, também é sujeita a uma pulseira electrónica na sua residência em Bruxelas, confirmou o seu advogado, Michalis Dimitrakopoulos.

Panzeri foi libertado na quinta-feira de manhã da prisão de Saint-Gilles, em Bruxelas. O antigo político socialista de 67 anos, que se tornou o chefe da ONG Fight Impunity em 2019, foi preso em Bruxelas a 9 de dezembro. Nesse mesmo dia, os investigadores belgas encontraram cerca de 1,5 milhões de euros em dinheiro em sacos nas casas de Bruxelas de Kaili e Panzeri, entre outros.

Suspeito de corrupção, Panzeri concordou em cooperar com a justiça belga e admitir que tinha dirigido "uma organização criminosa (...) com ligações ao Qatar e a Marrocos", dois países que alegadamente tinham utilizado os seus serviços para defender os seus interesses no Parlamento Europeu.

Marc Tarabella, um eurodeputado socialista de 59 anos, foi também libertado da prisão na quinta-feira sob vigilância eletrónica. Tinha sido detido na prisão de Marche-en-Famenne (sudeste da Bélgica), depois de ter sido acusado de corrupção a 11 de fevereiro.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ucrânia: Enviado comercial pede soluções racionais para crise com agricultores da UE

Nicolas Schmit: "Precisamos de uma Europa social"

Nicolas Schmit nomeado cabeça de lista pelos socialistas para as eleições europeias