EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Presidente do PPE diz que grupo tem a "porta aberta" para o partido rival de Orbán

Manfred Weber
Manfred Weber Direitos de autor Vadim Ghirda/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
Direitos de autor Vadim Ghirda/Copyright 2024 The AP. All rights reserved.
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Tisza, de Péter Magyar, conquistou sete dos 21 lugares da Hungria no Parlamento Europeu nas eleições europeias, reduzindo a presença do Fidesz de 13 para 11 eurodeputados.

PUBLICIDADE

A porta do Partido Popular Europeu está aberta para os eurodeputados do Tisza, mas a decisão final será tomada pelo próprio Partido Popular, disse Manfred Weber, presidente e líder do grupo, depois de se ter reunido com Péter Magyar e políticos do Tisza em Budapeste.

"Parabéns pelo sucesso democrático na Hungria, pela decisão do povo húngaro. Encontrei-me hoje com sete personalidades muito qualificadas e apresentei um relatório ao meu partido. Com base no que vi aqui no terreno, devo dizer que os sete colegas são bem-vindos ao grupo do Partido Popular, por isso a porta está aberta", disse Weber.

Por agora, os eurodeputados do partido Tisza admitiram apenas que se juntariam ao grupo parlamentar do PPE, não à aliança propriamente dita.

"Já trabalhámos nos pormenores técnicos e de conteúdo do trabalho conjunto. Na segunda-feira vamos para Bruxelas e na terça-feira o grupo PPE vai reunir-se. Tornou-se o maior grupo do Parlamento Europeu, apesar de todas as previsões do governo húngaro, o centro-direita ganhou as eleições europeias e o PPE será um ator incontornável na tomada de decisões da UE", disse Péter Magyar, o líder do Tisza.

Recorde-se que o Tisza conquistou sete dos 21 lugares da Hungria no Parlamento Europeu nas eleições de dia 9, reduzindo a presença do Fidesz de 13 para 11 eurodeputados. Dois partidos de esquerda e um ultranacionalista completam agora a formação húngara no Parlamento Europeu.

Apesar de o partido populista de Orbán ter obtido 44% dos votos, que fizeram dele o vencedor das eleições, a perda significativa de eleitores fez desta eleição a maior derrota do partido em 18 anos.

O líder do Tisza, Péter Magyar, saudou os resultados e descreveu o seu partido como "um rival muito forte" para o Fidesz. Magyar planeou utilizar estas eleições para fazer crescer a sua imagem e a do novo partido de oposição antes das próximas eleições na Hungria, que estão previstas para 2026.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Secretário-geral da NATO anuncia que Hungria não irá bloquear assistência à Ucrânia

Partido de Viktor Orbán é o vencedor e o maior derrotado das europeias na Hungria

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán