EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Explosão no campus da Universidade Nova na Caparica faz um morto

Um morto e um ferido grave na sequênia de uma explosão na Universidade Nova
Um morto e um ferido grave na sequênia de uma explosão na Universidade Nova Direitos de autor Pedro Rocha/Copyright 2021 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Pedro Rocha/Copyright 2021 The AP. All rights reserved
De  Joana Mourão Carvalho
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Uma explosão no parque tecnológico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Caparica, em Almada, distrito de Setúbal, fez um morto, informou a Proteção Civil.

PUBLICIDADE

Uma explosão no campus da Universidade Nova de Lisboa na Caparica fez um morto e dois feridos, um deles em estado grave.

Segundo o site da Proteção Civil, o alerta para a explosão foi dado pelas 12:45, no parque tecnológico da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, na união das freguesias de Caparica e Trafaria.

A vítima mortal é um homem de 25 anos que entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por não resistir, avançou a TVI.

Fonte do Comando Sub-regional da Península de Setúbal confirmou à Lusa que o óbito foi declarado no local às 13h36.

A mesma fonte acrescentou que há ainda registo de um ferido grave, "que não está diretamente relacionado com a explosão", mas que "poderá ter sofrido doença súbita". Esse ferido grave foi transportado para o hospital Garcia de Orta.

Foram mobilizados para o local 12 veículos de socorro e 28 operacionais, nomeadamente dos Bombeiros Voluntários da Trafaria, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da Guarda Nacional Republicana (GNR). Está também uma equipa de minas e armadilhas.

A explosão terá acontecido num contentor que efetua testes de pressão de material aeroespacial numa empresa localizada no campus universitário, referem vários meios de comunicação portugueses. A informação ainda não foi confirmada pelas autoridades.

"A área afetada é periférica e afastada da zona utilizada pelos estudantes, docentes, investigadores ou funcionários, sendo explorada por várias empresas privadas e com funcionamento independente da NOVA FCT", detalhou a faculdade em comunicado, referindo que continua a "colaborar com as autoridades" e lamentando a "existência de uma vítima mortal decorrente da explosão".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Acidente com barco de pesca ao largo de Vieira de Leiria faz três mortos e três desaparecidos

Parlamento Europeu: a primeira vez para os jovens deputados

Maré vermelha em Madrid para receber os campeões europeus