EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Academia de Astronautas: "É como uma montanha russa"

Academia de Astronautas: "É como uma montanha russa"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Neste episódio da Academia de Astronautas, fomos falar com o celebrado astronauta alemão Alexander Gerst, que nos explicou passo a passo uma das

PUBLICIDADE

Neste episódio da Academia de Astronautas, fomos falar com o celebrado astronauta alemão Alexander Gerst, que nos explicou passo a passo uma das partes mais duras de uma missão espacial: a reentrada na atmosfera terrestre. Aqui ficam alguns excertos da entrevista com Gerst:

“É como uma viagem na montanha russa, a melhor que se possa imaginar.”

“Para entrar em segurança na atmosfera, é preciso dividir a nave em três partes diferentes. O sistema vai desfazendo a nave violentamente.”

“Quando começamos a entrar na atmosfera, vemos tudo a arder, incluindo a parte onde nos encontramos. Há pequenos bocados de nave que se desintegram, que derretem mesmo, e que se desfazem a alta velocidade.”

“Somos empurrados para trás, é difícil respirar, a língua parece que vai descer pela garganta abaixo. É um momento muito difícil…”

“Quando o pára-quedas é acionado, temos cerca de 10 minutos para nos prepararmos para a aterragem, o que também é duro, é como se fosse um pequeno acidente de carro…”

Alexander Gerst

Famoso pelos vídeos em timelapse que faz nos tempos livres na Estação Espacial Internacional, Alexander Gerst é o astronauta mais reputado da Alemanha. Passou 6 meses na ISS em maio de 2014. Alex é natural de Künzelsau, na Alemanha e interessa-se por esgrima e natação. Estudou na Universidade de Karlsruhe, antes de desenvolver novas técnicas de monitorização de vulcões, para um mestrado na Victoria University de Wellington, na Nova Zelândia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Como se constrói um foguetão

NASA vai anunciar nova tripulação que vai à Lua

Satélites monitorizam alterações climáticas