This content is not available in your region

Futebol Pela Amizade volta a entrar no Guinness a aproximar crianças

De  Euronews
euronews_icons_loading
Futebol Pela Amizade volta a entrar no Guinness a aproximar crianças
Direitos de autor  euronews
Tamanho do texto Aa Aa

Mais de um milhão de pequenos futebolistas de todo o mundo participaram ao longo deste ano nos diversos eventos integrados na oitava edição do Programa Social internacional da Gazprom para crianças, o Football for Friendship.

Devido à Covid-19, o projeto apostou esta temporada numa edição digital para tentar continuar a dar a crianças dos quatro cantos do planeta a oportunidade de se ligarem e partilharem experiências na promoção de valores humanos como a paz, a amizade e a igualdade.

Apoiados por várias estrelas da "bola", representantes de academias de futebol e jornalistas, os participantes evoluíram em mais de 50 eventos, conseguindo inclusive um novo recorde deste projeto no livro do Guinness com o maior evento de futebol virtual do mundo.

Uma sessão de duas horas e meia com ligações em direto e a participação do brasileiro Roberto Carlos, um dos ilustres embaixadores do "Futebol Pela Amizade", foi suficiente para bater o recorde com crianças e adolescentes de mais de uma centena de países ligados para tentar melhorar as respetivas aptidões.

A temporada fechou com os jovens participantes a enfrentarem-se num Mundial de futebol virtual.

Sem poder juntar os pequenos futebolistas num relvado, o projeto desenvolveu uma aplicação de telemóvel para permitir aos jogadores de diferentes países formarem equipas e incluiu uma série de extras para aumentar o interesse.

Pode personalizar-se os jogadores. Mudar a cor do cabelo para os tons da bandeira, por exemplo.

"Outro extra fantástico é a existência de super poderes. O jogador virtual pode correr mais rápido que os adversários ou, se for o guarda-redes e a baliza estiver em perigo, há um super poder que permite levantar uma barreira de tijolo para impedir os adversários de marcar golo.

"É uma excelente forma de os miúdos por todo o mundo se divertirem um pouco mais com o jogo.
Rich Williams
Embaixador do "Football for Friendship"

Num estúdio glamoroso, com um apresentador vibrante, convidados especiais e mascotes coloridas, o sorteio ditou um torneio ao nível do prometido.

Centenas de participantes foram selecionados para o evento, motivados para desenvolver novas amizades e a partilhar experiências apesar dos milhares de quilómetros que os separavam.

A competição no terreno de jogo foi feroz. Apesar do troféu ter acabado nas mãos da equipa “Salamandra Granular”, o maior prémio foi partilhado por todos: a amizade e a partilha cultural promovidas ao longo do torneio.

No meio da pandemia, o "Futebol pela Amizade" foi capaz de adaptar-se e oferecer aos jovens futebolistas e aos jornalistas a possibilidade de partilhar experiências.

A aposta digital revelou-se um êxito e pode tornar-se um evento paralelo depois de o projeto ter mostrado que pode crescer dentro ou fora do relvado.

"Acho que é uma questão de se tentar casar os dois mundos e envolver tantas pessoas quanto possível. Como em tudo o que foi afetado pela pandemia, se alguma coisa boa resultar disto, se mais crianças puderem ser envolvidas, então é algo que devemos voltar a tentar em 2021, mas espero apenas que o projeto continue a melhorar", perspetivou Rich Williams.

Desde o lançamento em 2013, o projeto "Football for Friendship" já aproximou milhares de rapazes e raparigas de diferentes origens e acumulou mais de seis milhões de adeptos pelo caminho.

Com o apoio das grandes organizações do desporto como a UEFA, a FIFA e o COI, o projeto cresceu e vai continuar a propagar a amizade, a partilha e a igualdade ainda mais em 2021. Seja num relvado ou no futebol virtual.