Música melhora bem-estar de pacientes com demência

Em parceria com The European Commission
Música melhora bem-estar de pacientes com demência
Direitos de autor euronews
De  euronews
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A música é uma das estratégias terapêuticas para melhorar o bem-estar dos pacientes com demência.

Há cerca de 8 anos, Gerry Paley, um antigo funcionário público que vive na Irlanda foi diagnosticado com demência. Já não pode conduzir, mas graças à terapia começou a desenvolver novas atividades.

"O Gerry sempre foi muito consciente a nível social. E ainda tem aquela grande vontade de ajudar as pessoas, ajudar os outros. E gosta de estar envolvido com a Sociedade de Alzheimer e participar em diferentes grupos. Gerry tinha um grande interesse pela música, porque foi DJ durante a juventude. Era uma espécie de passatempo. Ele tem um grande interesse pela música. Adora ouvir música", contou Nuala Paley, mulher do paciente.

O impacto da música

A música é uma das estratégias terapêuticas utilizadas para ajudar os pacientes com demência. "Reunimo-nos e tocamos canções que tratam da demência. Chamamos-lhes memórias musicais. Eu sou provavelmente uma das pessoas mais jovens. Muitas das pessoas do grupo são bastante idosas. Há homens e mulheres. Temos um livro de canções. Escolhemos uma canção e cantamo-la em conjunto. Vi pessoas que estavam pior do que eu a reagir à música. A música é uma boa forma de terapia para pessoas com demência", considerou Gerry Paley.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Os medicamentos do futuro vão ser diferentes

Como prevenir a escassez de medicamentos ?