A União Europeia tenta deitar água na fervura, numa altura de tensão entre os Estados Unidos e o Irão, depois de mais dois petroleiros terem sido atacados na semana passada, desta vez no Golfo de Omã. Os Estados Unidos e o Reino Unido apontam o dedo a Teerão, mas Bruxelas recusa-se a alinhar...
Leia o artigo

more from Notícias