EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

Famílias aguardam na rua em Moulay Brahim, perto de Marraquexe, horas depois do sismo

Vídeo. Terra tremeu às 23h11 de sexta-feira a sudoeste de Marraquexe

Marrocos foi abalado por um forte terramoto às 23:11 horas e as ondas de choque motivaram também registos sísmicos em Portugal, do Algarve até Coimbra.

Marrocos foi abalado por um forte terramoto às 23:11 horas e as ondas de choque motivaram também registos sísmicos em Portugal, do Algarve até Coimbra.

Ao primeiro abalo, com 6,8 de magnitude, seguiram-se várias réplicas de menor intensidade, mas que viriam a agravar os danos antes provocados em muitos edifícios de Marraquexe e de várias localidades em torno da conhecida cidade marroquina.

O balanço de vítimas já ultrapassa os quatro milhares, incluindo pelo menos 2.100 mortos, mas continua a agravar-se à medidas que as autoridades vão conseguindo chegar às zonas remotas mais afetadas.

Marrocos está sobre a chamada tectónica africana, uma das maiores à escala global, e o sismo de sexta-feira à noite foi o que chama um tremor intraplaca na cadeia montanhosa do Atlas, onde existem várias falhas e não muito de longe de Agadir, onde ocorreu um outro trágico sismo a 25 de fevereiro de 1960, que fez então mais de 15 mil mortos.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O vídeo mais recente

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE