EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
Manifestantes chamaram "traidor" a Pashinyan
Últimas notícias:

Vídeo. Protestos na Arménia para exigir saída do primeiro-ministro

Uma vaga de protestos eclodiu em Erevan, capital da Arménia, após a última escalada na região do Nagorno-Kharabakh.

Uma vaga de protestos eclodiu em Erevan, capital da Arménia, após a última escalada na região do Nagorno-Kharabakh.

Os manifestantes reuniram-se em frente ao edifício do governo arménio, chamando "traidor" ao primeiro-ministro Nikol Pashinyan e exigindo a proteção da população do Nagorno-Karabakh contra a agressão militar do Azerbaijão.

As forças do Azerbaijão abriram fogo contra as posições arménias na região de Nagorno-Karabakh, no que o Azerbaijão chama uma "operação antiterrorista".

As autoridades da etnia arménia relatam fortes bombardeamentos em torno da capital da sua região.

Pelo menos três civis de ambos os lados foram mortos e 23 ficaram feridos.

O Ministério da Defesa do Azerbaijão afirma que a operação teve início na terça-feira, horas depois de quatro soldados e dois civis terem morrido em explosões de minas terrestres na região do Nagorno-Karabakh.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O vídeo mais recente

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE