Lavrov acusa Ocidente de querer desestabilizar a Rússia

Lavrov acusa Ocidente de querer desestabilizar a Rússia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

Para o ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, as sanções do Ocidente não foram criadas para castigar a política da Rússia na Ucrânia, mas sim para obrigar a uma mudança de regime em Moscovo.

A opinião foi dada numa reunião com conselheiros de política externa: “Os nossos parceiros ocidentais desceram demasiado baixo. Foram conta os próprios princípios democráticos de mudança de regime, apoiaram extremistas e fizeram bluff. Os líderes ocidentais dizem que as sanções devem ser aplicadas de forma a destruir a nossa economia e provocar protestos nas ruas”.

Entretanto, apesar dos acordos de Minsk, os combates continuam no leste da Ucrânia. Em Peski, perto de Donetsk, os separatistas atacaram “snipers” do exército ucraniano, para consolidarem as posições antes da chegada do inverno. O aeroporto de Donetsk, controlado pelo exército da Ucrânia, continua também a ser palco de confrontos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Moscovo e Kiev acordam trocar 48 crianças deslocadas pela guerra

Biden promete que pacote de ajuda militar e financeira à Ucrânia chegará "rapidamente"

Como os drones "kamikaze" Shahed do Irão estão a ser utilizados na Ucrânia