Hong Kong: 86 detidos em novo braço de ferro entre polícia e manifestantes

Hong Kong: 86 detidos em novo braço de ferro entre polícia e manifestantes
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

A polícia de Hong Kong voltou a carregar sobre os manifestantes pró-democracia que ocupam há mais de dois meses várias ruas da antiga colónia britânica.

As autoridades recorreram a gás pimenta e a uma nova arma anti-motim, uma forma de espuma lacrimogénea, para tentar dispersar os ativistas.

Pelo menos 86 pessoas foram detidas depois da polícia ter iniciado, esta manhã, a remoção das barricadas na rua Argyle, no bairro de Mongkok, uma das três áreas ainda ocupadas.

A ação ocorre depois dos tribunais terem ordenado o fim
do bloqueio, depois de uma queixa apresentada por uma empresa de autocarros.

O braço de ferro entre manifestantes e polícia prosseguia esta noite quando milhares de ativistas do chamado movimento dos guarda-chuvas, conseguiram repôr algumas das barricadas.

Os manifestantes mantém a exigência de votar por sufrágio universal nas próximas eleições para o governo local em 2017, sem interferência de Pequim.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Sobreviventes enfrentam o frio após sismo que matou 131 pessoas na China

Sismo no noroeste da China faz mais de 100 mortos